EVOLUÇÃO DO PREÇO DOS ÍMÃS DE NEODÍMIO

Uma grande dúvida de muita gente, é saber por que os preços dos imas de neodímio tem subido tanto nos últimos 2 anos, e principalmente no último ano (2021).

Veja abaixo a evolução dos preços das matérias primas deste ímã. Realmente o aumento de preço foi muito forte.

As principais razões, segundo nossas fontes na China, são o Covid, problemas de capacidade de produção 2 anos atrás, e agora temos que considerar a mais importante, com certeza, que é a
crise política China x Estados Unidos.

As matérias primas básicas para a produção dos imas de neodímio são minerais que na tabela periódica estão na classificação de terras-raras. Mas as terras-raras não são tão raras assim. Elas estão presentes na natureza em várias partes do mundo, inclusive no Brasil. China, Estados Unidos, Brasil e alguns países da África são ricos em neodímio. O Brasil, inclusive tem grandes reservas dessas terras-raras. Mas a explicação de porque a mineração desses minerais se concentra hoje quase que totalmente na China é uma só: o meio ambiente, e as regras de proteção de cada país. A mineração do neodímio gera um rejeito muito grande, porque a concentração desse produto nas melhores regiões é de menos de 10%, ou seja, 90% da movimentação é rejeito, que não está de acordo com regras rígidas de proteção do meio ambiente.

No Brasil, as reservas em termos absolutos são das maiores do mundo, mas esse mineral está espalhado por uma região muito vasta na Amazônia, ou seja, seria necessária uma grande devastação da floresta, para se conseguir um pouco do neodímio. Na região de Araxá – MG também é possível minerar o neodímio, já numa área de rejeito de outras minerações.

Assim, mais de 95% da mineração do neodímio é feita na China, e justamente por isso, é na China onde se encontram as empresas que fazem todo o processo, desde a mineração, a purificação, e na sequência a produção dos imas de neodímio.

Por isso, o preço dos imas de neodímio flutua a mercê das variáveis chinesas.

Das causas relacionadas acima, podemos detalhar:

  • Covid: já estamos, o mundo todo e a China, nos acostumando a trabalhar no novo normal pós pandemia, ou seja, tudo já se ajustou ou está indo no caminho do ajuste.
  • Problema de Capacidade produtiva de 2 anos atrás: o Governo Chines fechou 2 das 6 empresas que faziam a mineração do neodímio, por problemas de controle ambiental (a China está apertando suas regras de controle ambiental), o que no primeiro momento reduziu a oferta, ou seja, levou a um aumento de preços. Hoje, mesmo tendo aumentado em mais de 40% a oferta, os preços se mantem altos, devido a concentração de apenas 4 empresas produtoras do neodímio.
  • Crise política Estados Unidos x China: Os dois países “lutam” hoje disputando a liderança como superpotências. Não é mais uma guerra com armas e soldados, mas sim, uma guerra econômica. E o neodímio, além de outras terras – raras é uma das armas que a China usa nessa guerra. A China limita a exportação das matérias primas, e incentiva a exportação do produto final, justamente para gerar empregos para sua população, e gerar riqueza para o país. A China não quer mais exportar os minerais, e não incentiva mais a exportação dos imas de neodímio (por exemplo), pois quer exportar o produto final já montado, contendo, dentro, os ímãs de neodímio. Por exemplo, quando se compra um aparelho celular, dentro você está comprando vários imas de neodímio, mas toda a renda da produção do aparelho final ficou na China, gerando riqueza para o país e gerando muitos empregos para sua população.

E é isso que o Congresso Nacional do Partido Comunista da China, chefiado pelos pensamentos do Sr. Xi Jinping definiu em sua décima nona edição: gerar riqueza para a população chinesa, criando uma enorme classe média abastada, que gerará um mercado interno chinês gigantesco.

E para completar, aqui no Brasil, temos as “nossas” causas para o aumento do preço dos imas de neodímio: a forte desvalorização do Real, e o incrível aumento no frete internacional, que multiplicou por 7, mas, a expectativa é que em breve volte a um patamar do “novo normal”.

Icons made by Gregor Cresnar from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY
Icons made by Smashicons from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY